Visite as casas históricas no interior de Edimburgo

Os trens de luxo andam na moda, mas o Royal Scotsman mantém seu status como um dos mais exclusivos de todos. Certamente o é em termos de Ipreços, e cada trem leva no máximo 36 passageiros ao mesmo tempo.

Agora você pode inspirar o ar rarefeito que os passageiros nesse trem respiram —literalmente “rarefeito’: já que a Highland escocesa é conhecida por seu ar puro, e, embora a bordo do Royal Scotsman a opção seja pelo ar-condicionado, existe a chance de saltar e explorar o interior em visitas guiadas a destilarias e residências históricas, ou de assistir a eventos como os Jogos das Highlands.

As instalações de bordo incluem leitos e lençóis com estampas tartan, o xadrez típico da Escócia.

Também há adoráveis lambris de madeira e um magnífico vagão panorâmico, onde você pode bebericar um whisky e apreciar a mágica paisagem campestre se desvelando lentamente.

O trem também tem pacotes que abrangem uma grande viagem por Inglaterra, Escócia e Gales. A viagem clássica é exatamente o que parece ser — o passeio básico pelas Highlands, o que dá mais fama ao trem.

Esse monumental percurso circular de quatro dias e 1.100 km parte de Edimburgo e passa por Arbroath, Montrose e Aberdeen antes de chegar a Keith.

No dia seguinte, o trem visita Inverness e a Destilaria Glen Ord, para um tour privativo e uma degustação. Depois disso, ele passa pelo lago Luichart e pelos montes Torridon, subindo até o pico de Luib e à floresta de Achnashellach, antes de baixar para Strathcarron e margear o lago Carron.

Ele então para em Plockton, onde os passageiros têm a oportunidade de pegar um barco para ver focas selvagens, ou de caminhar pelos bosques.

O destaque do terceiro dia é uma visita ao Castelo Ballindalloch e, no dia seguinte, à Fazenda Rothiemurchus, onde o visitante pode pescar ou atirar em pombos de barro.

A esta altura, você provavelmente já sacou: essa viagem é tão escocesa que você quase já virou um local!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of