Confira as fascinantes e espetaculares praias da charmosa Tulum no México

No seu auge, a civilização maia se estendia dos estados de Tabasco, Yucatán, Quintana Roo, Campeche e Chiapas, no sul do México, até Belize e a Guatemala, com um pezinho em El Salvador e Honduras.

Arqueólogos acreditam que as primeiras pirâmides maias foram construídas no atual Belize, em 2600 a.C., mas o calendário lunar que tanta fama trouxe aos maias começa em 3114 a.C.

As famosas pirâmides escalonadas e as grandes cidades-estados, incluindo Palenque (Chiapas), Tikal (Guatemala) e Copán (Honduras), foram construídas durante aquilo que os acadêmicos chamam de Período Clássico (entre os anos 250 e 900 d.C.).

O jade e a obsidiana foram seus primeiros bens comerciais, logo complementados por conchas, sal e cacau, que eles comercializavam com outras culturas primitivas, como os zapotecas, ao norte, e os tainos, a sudeste.

As cidades da planície meridional entraram em declínio e acabaram abandonadas nos séculos VIII e IX, enquanto as cidades do norte de Yucatán sobreviveram até que os espanhóis chegassem e as conquistassem.

As últimas cidades-estados maias caíram em 1697. Inicialmente, a Igreja espanhola incendiava todos os textos e obras de arte maias que encontrava, mas no final do século XVIII funcionários do governo espanhol começaram a investigar os antigos sítios maias.

Em 1839, John Lloyd Stephens, um americano familiarizado com essas investigações, visitou Copán, Palenque e outros sítios, na companhia do arquiteto inglês Frederick Catherwood.

As ilustrações deles despertaram um interesse popular mundial. Muitas ruínas maias ainda estão escondidas em florestas, por isso os pesquisadores recorrem a imagens de satélite capazes de detectar calcário.

Com mais de setenta sítios maias restaurados em cinco países, existem milhares de maneiras de percorrer a Rota Maia. Sugerimos começar por Chichén Itzá, na Riviera Maia, visitando Tulum antes de passar por Belize e Guatemala, onde você encontrará, Tikal, Antígua e o lago de Atitlán. Depois, você deve voltar ao México para admirar a selva de Palenque e a fabulosa Uxmal.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of